Arte Indígena Brasileira e o Trançado - Materiais Usados e Criações

Arte Indígena Brasileira e o Trançado

Karina, estudante do ensino fundamental

Esse ano, na semana do índio, meu professor de português pediu que redigíssemos uma redação sobre a cultura indígena. Escolhi falar sobre a arte indígena, porém não conhecia nada sobre o assunto. Foi aí que, pesquisando na internet, encontrei o Combo Artesanato Indígena em PDF. Li todo o material e escrevi minha redação. O professor gostou muito... Está o aqui o combo que me ajudou!

Considerando a grande diversidade de tribos indígenas no Brasil, pode-se dizer que, em conjunto, elas se destacam na arte da cerâmica, do trançado e de enfeites no corpo.

Evidentemente, com um material tão variado, as possibilidades de criação são muito amplas, como, por exemplo, os barcos e os remos dos Karajá, os objetos trançados dos Baniwa, as estacas de cavar e as pás de virar biju dos índios xinguanos.

O trançado indígena brasileiro é, inclusive, um trabalho ensinado nas escolas com o intuito de apresentar esta atividade dos índios às crianças.

A variedade de plantas que são apropriadas ao trançado no Brasil dá ao índio uma inesgotável fonte de matéria prima.

É trançando que o índio constrói a sua casa e uma grande variedade de utensílios, como cestos para uso doméstico, para transporte de alimentos e objetos trançados para ajudar no preparo de alimentos (peneiras), armadilhas para caça e pesca, abanos para aliviar o calor e avivar o fogo, objetos de adorno pessoal (cocares, tangas, pulseiras), redes para pescar e dormir, instrumentos musicais para uso em rituais religiosos, etc.

Os cestos e esteiras estão entre os mais cuidadosamente trançados entre os indígenas. O empenho indígena em fazer belos objetos utilitários, para uso na vida comunitária, pode ser apreciado principalmente na cerâmica, no trançado e na tecelagem.

VEJA  A Origem do Artesanato Indígena

Tecelagem e Trançado

Tecelagem Indígena
Tecelagem Indígena

O trançado tem presença marcante sobre o artesanato brasileiro desde a chegada dos portugueses até os dias de hoje. A produção dos trançados brasileiros é extremamente variada não só quanto ao formato e beleza dos objetos, mas também em relação à sua utilidade.

Atualmente, as tribos indígenas que têm contato com os centros urbanos produzem seus trançados com a finalidade de comércio.

Nayara, estudante do ensino médio

Não estava conseguindo encontrar em lugar nenhum textos que falavam de forma completa sobre o artesanato indígena, e a minha professora de artes é muito exigente. Resolvi adquirir o Combo de Artesanato Indígena em PDF e a conclusão é: pela primeira vez, meu trabalho foi o melhor da sala! Graças a este combo aqui!

Nos trabalhos de cestaria dos índios, há uma definição bastante clara no estilo do trabalho, de forma que, um estudioso da área pode, através de um trabalho em trançado, facilmente identificar a região ou até mesmo que tribo o produziu.

Os índios fazem cestos de palha, trançados em espiral ou teia. O trançado é um elemento da arte tradicional indígena que pode ser facilmente explorado em aulas de artes usando o recurso de canudinhos de jornal.

Assim, os alunos podem entender que o trançado faz parte da cultura tradicional desses povos e como é complexo realizar um trabalho dessa natureza, incluindo a pintura das peças.

Os índios são os mais antigos artesãos e se utilizavam da arte da pintura, da arte com penas e plumas de aves, do trançado e da cerâmica.

O Trançado Indígena no Nosso Artesanato

Trançado Indígena
Trançado Indígena

Sem maiores observações, podemos sentir a influência indígena em nosso artesanato através de peças em trançados com fios e fibras; peças em cerâmica; e adornos em penas, sementes e escamas de peixes.

VEJA  Artesanato Indígena Maranhense

A maior ilustração sobre a influência indígena no artesanato trançado brasileiro é o paraense. De palmeiras como: Jupati, com seus troncos em touceiras; a imensa e solitária Tucumã; a Guarumã; a Ubuçu (fibra Tururi); e a Miriti, bem como do Cipó de Titica, ou Junco, que se enrola nas árvores da densa floresta amazônica, extraem-se as fibras, matérias primas do trançado paraense.

Outras ilustrações da influência indígena no artesanato brasileiro são: o trançado em bambu do município de Januária de Minas Gerais, região Sudeste brasileira e localizada na região conhecida como médio São Francisco; e na região Nordeste os trançados de palha, cestarias feitas com trançado de carnaúba, bambu e cipó.

Devido à grande diversidade dos índios brasileiros, é difícil definir um padrão artístico, porém, a cerâmica, o trançado, os enfeites do corpo, as danças e os rituais merecem destaque.

Os trançados feitos pelos indígenas possuíam como matérias-primas as folhas, palmas, cipós, talas e fibras. E os estilos da pintura corporal, do trançado e da cerâmica variam significativamente de uma tribo para outra.

Compartilhe Esta Página:

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo