Artesanato Indigena

A Arte e o Artesanato Indígena Brasileiro
Artesanato Indígena de Argila

Artesanato Indígena de Argila

Os povos ceramistas são aqueles que trabalham com argila e apresentam figuras no barro. Cada peça produzida é única, não tem outra igual.

Tribos indígenas, como a tribo indígena macuxi, da Aldeia Raposo, em Roraima, utilizam muito a argila como matéria prima de seus trabalhos artesanais.

Eles tratam, secam, peneiram, misturam, modelam e formatam, dando origem a utensílios e peças decorativas, como panelas de barro, pratos, bules, cumbucas, cuscuzeiras e farinheiras.

E esse é o principal sustento de muitas famílias indígenas. O trabalho com argila é um trabalho passado por gerações, como uma tradição, ou seja, de pai pra filho, de avó para neto, os mais velhos ensinam os mais novos e assim a atividade se perpetua.

Algumas famílias indígenas até se mudam para as capitais para ficarem mais perto dos clientes, mas muitas pessoas, principalmente as mulheres, fazem artesanato com argila na aldeia.

Em eventos que promovem a cultura local e o artesanato brasileiro, é possível encontrar os artesanatos indígenas de argila e ver uma demonstração de como os indígenas trabalham.

O processo é totalmente manual e demorado. As peças precisam ser queimadas no forno à lenha e dependem do clima para ficarem prontas.

Se não estiver chovendo, elas demoram três dias para secarem. Mas se o tempo estiver chuvoso, podem demorar semanas.

Esses eventos culturais tem como objetivo promover a interatividade, o intercâmbio de experiências e o repasse de conhecimentos tradicionais dos modos de fazer artesanato no Brasil e são oportunidades únicas para você aprender sobre o artesanato indígena de argila e até adquirir algumas peças.

Argila na Arte Indígena

A argila é um dos materiais mais utilizados pelos indígenas nas confecções de seus utensílios que se tornaram arte.

A argila vem direto do chão pisado pelos índios durante suas peregrinações pela terra. Primeiramente, veio a necessidade da construção de estruturas de cerâmica para o armazenamento de água e alimento, principalmente.

Com o tempo foram adaptando e evoluindo no uso da argila para produção de diversos outros objetos úteis.

As índias da tribo coletam, nos períodos de seca, o barro das margens dos rios e misturam componentes orgânicos e mineiras à argila para dar uma boa liga, cozinham e obtém a vasilha rígida e pronta para utilização.

Como Fazer Artesanato de Argila

A argila é um material bem gostoso para trabalhar (e brincar) e pode dar origem a peças de artesanato incríveis, que até as crianças podem fazer.

A argila é um material bem maleável, mas para trabalhar com ela, você precisa ter sempre um pouquinho de água do lado.

VEJA  A Arte Indígena e o Artesanato

Conforme você for umedecendo a argila, ela fica mais mole e flexível. Só não molhe muito de uma vez ou ela vai virar uma montanha de lama!

Hoje em dia, é fácil encontrar este material em floriculturas, lojas de artesanato e jardinagem. E você não precisa ter um forno daqueles industriais em casa.

Uma ou duas horas, dependendo do tamanho da peça, em forno alto já cozinha a massa e o objeto criado fica pronto para ser usado.

Mas também é possível deixar secar naturalmente. Em 24 horas a argila já está sequinha. Veja abaixo algumas formas de fazer arte com argila:

1 – Desenhando na argila com macarrão

Além de simples de fazer, o material extra é fácil de encontrar em casa (sobras de macarrão) e o resultado é muito bonito.

2 – Animais coloridos de argila

Esse peixe ficou muito fofo.

3 – Brincando na natureza

Busque vários elementos na natureza e depois faça impressões dos objetos em bolinhas de argila.

Depois de secos, eles podem ser enfeites de mesa, peso para papel, decoração para cenários e até pecinhas de um jogo da memória bem original.

4 – Vulcão de argila com erupção

Para dar sustentação à parte de cima do vulcão, use um copo descartável recoberto com a argila.

Viu só Como a Argila é Incrível?

A argila é apenas um dos materiais naturais usados para representar as preferências das tribos, sendo que a forma de manipular a argila é o que confere singularidade à produção indígena.

300x250

A argila é encontrada abundantemente na natureza, nas margens dos rios, nos manguezais, etc. e usada pelo homem há milênios.

Fácil de manipular, tem uma enorme elasticidade, permitindo a execução de trabalhos dos mais delicados aos mais rudes.

A arte de dar forma à argila é uma experiência lúdica riquíssima e você pode trabalhar com a modelagem em argila enfatizando o pensar e o fazer arte, por meio do contato com a história primitiva e indígena.

Pode-se fazer peças de diferentes formas, explorando sua capacidade de planejar, criar e concretizar.

Deixe secar por alguns dias dentro de uma caixa de papel com tampa. Depois de seco, pode-se pintar com a tinta que preferir, como guache, acrílica ou até mesmo tinta natural.

O que é a Argila

A argila é um material proveniente da decomposição, durante milhões de anos, das rochas feldspáticas, muito abundantes na crosta terrestre.

As argilas se classificam em duas categorias: Argilas Primárias e Argilas Secundárias ou Sedimentares.

As primeiras são formadas no mesmo local da rocha mãe e têm sido pouco atacadas pelos agentes atmosféricos.

VEJA  Artesanato Indígena no Atacado

Possuem partículas mais grossas e coloração mais clara, são pouco plásticas, porém de grande pureza e possuem alto nível de fusão.

O caulim é uma das argilas deste tipo. A argila é um silicato de alumínio hidratado, composto por alumínio (óxido de alumínio), sílica (óxido de silício) e água.

São espalhados pela superfície da terra chegando a basicamente 75% das rochas sedimentares do planeta.

Há uma grande variedade de materiais possíveis de classificação neste grupo, quase todos possuem composição semelhante, mas há pequenas variações.

Derivam em geral de rochas base do tipo cristalina e eruptiva como os feldspatos, granitos e basaltos que em um processo longo e lento de decomposição por efeito de agentes geológicos como vento, chuvas, temperaturas frias e quentes e a erosão pelas partículas de areia que carregadas pelo vento causam a fragmentação da rocha maciça em grãos de vários tamanhos.

Argilas e caulins são materiais plásticos, pois têm a propriedade de quando misturados com água em devidas proporções, apresentarem a possibilidade de serem amassados e trabalhados mantendo a forma que se quer.

Quando seca ainda crua, basta adicionar água para que volte ao estado de plasticidade.

Vídeo Aula – Artesanato com Argila Caseira

No vídeo abaixo, você pode ver que a argila é boa até para brincadeiras infantis. E olha que é argila caseira, feita com ingredientes da cozinha.

 

Receita da Argila Caseira do Vídeo Acima:

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo;
  • 1 colher de sopa de sal;
  • 1 colher de sopa de óleo de cozinha;
  • 1/3 de copo de água.

Modo de Preparo:

Misture a farinha junto com o sal, em seguida, coloque o óleo e, depois, junte com água. A massa deverá ficar uniforme.

Para isso, vá amassando com as mãos como massa de pão. Quando terminar de amassar, estará pronta para modelar.

Dica: se você for alérgico a farinha de trigo, use farinha de arroz.

Amassar Argila – Como Preparar a Argila Para o Trabalho?

Seja uma estátua, vasinho, bandeja, etc, há alguns cuidados essenciais que, se não forem tomados, podem colocar a perder todo o trabalho feito com argila.

Imagine só: você faz uma peça com todo o carinho e trabalho, uma obra de arte; mas, ao secar, ela começa a rachar toda.

Ou, ainda pior, depois de queimar no forno, você descobre que ela quebrou! Uma frustração dessas pode tirar até a vontade de trabalhar com argila, e justamente para evitar uma coisa dessas, vamos aprender hoje alguns cuidados essenciais.

AMASSE BEM! O segredo da cerâmica é uma massa de argila bem amassada.

Ela não deve estar muito mole, mas sim maleável e ligeiramente firme, sem estar dura demais. Se a sua argila estiver mole demais, coloque-a num saco plástico com algumas bolas de jornal: elas chupam a umidade.

VEJA  Artesanato Indígena em Belém

Troque o jornal de vez em quando, e não o deixe ficar muito tempo.

Amassar a Argila é Como Amassar Pão

O processo de amassar argila é semelhante ao de amassar pão.

Apoie a argila com uma das mãos e empurre para baixo com a outra.

Estique a parte que foi pressionada e dobre-a por cima do resto da massa, depois volte a empurrar para baixo.

Repita várias vezes. Durante o processo, você vai ouvir as bolhas de ar estalando, com a pressão.

As Bolhas

Uma massa de argila bem trabalhada deve ser compacta e sem bolhas, pois elas podem explodir durante a queima, estragando seu trabalho.

Mesmo com a argila bem amassada, podem surgir bolhas de ar durante a confecção das peças de cerâmica.

Bolhas superficiais são fáceis de perceber, pois formam saliências arredondadas sob a argila, e se abrem com a pressão do dedo.

Faça sulcos com o esteco no buraco aberto pela bolha e preencha com barbotina e argila, pressionando bem.

As bolhas internas são tiradas ao “ocar” a peça, isso é, retirar o excesso de argila de seu interior.

Quando precisar acrescentar barro a uma peça, não o aperte simplesmente no local desejado: ele pode se soltar facilmente ou formar novas bolhas de ar.

Para proceder corretamente, abra sulcos com um esteco de madeira no local onde deseja acrescentar alguma coisa e acrescente barbotina (argila extremamente amolecida).

Depois, ponha a porção de barro desejada por cima. Repita várias vezes, se necessário. Às vezes, durante a secagem, uma peça pode rachar.

Para consertar rachaduras, lixe a peça seca e recolha o pó que cair dela. Umedeça ligeiramente o local da rachadura com um pincel e risque-o com um palito ou um esteco de metal bem duro.

Coloque numa vasilha o pó e faça uma pasta com alguns pingos de água. Aplique-a nas rachaduras com o palito.

Detalhes muito finos e estreitos, como braços, folhas, etc., tendem a secar mais depressa que o resto da peça, e por isso tendem a rachar e cair.

Para evitar que isso aconteça, aplique pequenos pedaços de pano úmido nesses locais. Umedeça-os ligeiramente quando estiverem secos, mas sem molhar demais.

Compartilhe Esta Página: