Artesanato Indigena

A Arte e o Artesanato Indígena Brasileiro
Artesanato Indígena em Curitiba

Artesanato Indígena em Curitiba

A Xondaro Arte Indígena é um espaço de compras e varejo de artesanato indígena em Curitiba. É um lugar que você vai gostar de conhecer ao visitar Curitiba e é um lugar ótimo para encontrar artesanato indígena.

O artesanato indígena não é só uma peça decorativa/utilitária. Ela é a materialização da cultura do criador. É carregada de significados dentro da cosmovisão daquele povo.

Além disso, muitas vezes, o trabalho começa muitos dias antes da confecção da peça, tendo em vista que antes de produzir, o artesão precisa buscar e preparar a matéria-prima.

Aos poucos, a Xondaro vem ajudando a quebrar o preconceito em torno da cultura indígena em Curitiba. Se você quiser conhecer a loja, ela fica na Rua Tibagi, 333 / 01, no Centro de Curitiba.

Tem de tudo. Cestas, brincos, colares, cocares, objetos de decoração, arco e flecha, instrumentos musicais, chapéus, esteiras, esculturas e até panelas de barro.

Mais que uma loja, a Xondaro é um centro de divulgação e resgate da cultura indígena. Os produtos são de várias etnias, como Guarani Mbya e Guarani Ñandéwa, do RS, SC, PR e RS; Guarani Kaiowá do PR e MS; Suruí, de RO; Saterê Mawés, do AM; Kuikuro e Wanawa, do Alto Xingu; Pataxó, do sul da BA; Fulni-ô, de PE; entre outras.

Entre os estrangeiros, o interesse sempre é grande. Franceses, suíços, canadenses e italianos estão sempre por lá, comprando lembranças tipicamente brasileiras.

O artesanato indígena também tem espaço na Feira da Ordem. Foi dada licença a 35 famílias de três comunidades indígenas gratuitamente pela Prefeitura.

São 16 barracas em frente à Igreja do Rosário em Curitiba. A cultura indígena está no coração de Curitiba. Todos que forem para Curitiba devem conhecer o artesanato indígena maravilhoso de lá.

VEJA  Artesanato Indígena á Venda

A Xondaro é a mais linda e cultural loja que você pode conhecer, com artesanato e medicina das florestas e de seus povos.

Neste local, se encontra vários produtos indígenas, desde o artesanato até o sagrado indígena. Vale a pena conferir, pois todas as peças são únicas e originais, sem falar que se conhece um pouco das culturas nela representadas e comercializadas.

O Museu de Arte Indígena – MAI

O Museu de Arte Indígena - MAI
O Museu de Arte Indígena – MAI

O Museu de Arte Indígena – MAI foi inaugurado em 16/11/2016 no bairro Água Verde, em Curitiba, no Paraná. É o primeiro museu particular do Brasil dedicado exclusivamente à produção artística dos indígenas brasileiros, e conta com um dos maiores acervos do mundo nesta área.

São cerca de 700 peças divididas entre arte plumária, cerâmica, cestas, instrumentos musicais, máscaras ritualísticas e objetos utilitários.

O MAI nasceu em Clevelândia (PR), em 2009, com o objetivo de resgatar e preservar a cultura indígena brasileira.

A qualidade de seu acervo e os cuidados constantes na manutenção e conservação das peças permite aos visitantes uma verdadeira imersão cultural.

300x250

O MAI é fruto de dezessete anos de trabalho de Julianna Podolan Martins em expedições às mais diversas etnias e contempla a diversidade cultural dos principais povos do território nacional.

Com curadoria de Anna Itália Paraná Mariano, o museu detalha a origem das peças e as tradições culturais das mais diversas etnias.

Um amplo espaço de eventos reproduz a arquitetura e atmosfera de uma oca. Todas as áreas do MAI foram projetadas para receber cada uma das categorias do acervo.

O espaço foi construído com a mais recente tecnologia de climatização, para assegurar temperatura e umidade do ar necessárias para conservar os objetos, muitos raros e delicados.

Artesanato de Fibras Naturais no Paraná

O artesanato de fibras naturais utiliza matéria-prima vegetal como: vime, palha de milho e trigo, cipó, junco, taquara, bambu, folha de bananeira, piri e cizal.

VEJA  Artesanato Indígena na Bahia

Dessa matéria-prima, são confeccionados, com técnicas diversas, objetos utilitários e de adorno como: cestaria, porta-jóias, bolsas, chapéus, bonecas, jogos de xadrez e redes, nos municípios do Litoral, Rio Negro, Ponta Grossa, Maringá, Curitiba (Santa Felicidade e Região Metropolitana) e Palmeira (Witmarsum).

Artesanato de Cerâmica no Paraná

O barro é a matéria-prima utilizada para este tipo de artesanato. Através de técnicas e procedimentos variados, são confeccionados objetos como vasos, panelas, moringas, objetos sacros e até brinquedos.

A cerâmica é uma das mais significativas manifestações do artesanato brasileiro e as peças confeccionadas expressam a cultura e o folclore de cada região, principalmente do Litoral, Irati, Curitiba e Foz do Iguaçu.

Artesanato de Madeira no Paraná

No Estado do Paraná, o artesanato em madeira é bastante rico e variado, e pode-se dizer que são produzidos objetos sofisticados através do entalhe e marchetaria, até objetos não menos bonitos e interessantes das sobras de madeira.

O entalhe é feito com a ajuda de um instrumento cortante, que pode ser rústico ou até uma simples faca, onde o artesão, com seu talento, trabalha e dá forma a um pedaço de madeira.

Desta técnica, resultam belas esculturas. A Marchetaria consiste na confecção de objetos como porta-jóias, estojos diversos e peças decorativas que são possíveis de criação graças a habilidade do artesão no corte e montagem de desenhos com a utilização da madeira de diversas cores.

Nas técnicas de escultura em madeira, destacam-se artesãos e artistas em Curitiba, Irati, Bocaiúva do Sul, Cascavel e muitos outros municípios, além do Litoral Paranaense.

Artesanato de Tecelagem no Paraná

Esta técnica é bastante característica do Paraná, sendo praticada geralmente por mulheres, as chamadas tecelãs que confeccionam redes, colchas, mantos e belíssimos tapetes.

As tecelãs utilizam fios de algodão, lã ou seda, que são tramados em teares manuais. O tingimento das peças confeccionadas com tintas naturais valoriza este tipo de artesanato, produzido notadamente em Tibagi, Cianorte e Curitiba.

VEJA  A Importância do Artesanato Indígena

Artesanato e Etnias no Paraná

Além da influência que as diversas etnias que colonizaram o Paraná exerceram no artesanato, alguns objetos que possuem grande aceitação preservam as características e tipicidade dessas etnias, a exemplo das pêssankas (ucranianas), confeccionadas em Curitiba e Prudentópolis, e do origami, kirigami, oshibana e ikebana (japoneses), produzidos em Curitiba, Assaí, Londrina, Maringá e Goioerê.

Compartilhe Esta Página: